Ver perfil

Correio Elegante - Rui Chapéu dos pampas

Assine o Correio Elegante, minha newsletter semanal. Ela chega todas as sextas-feiras na sua caixa de e-mails. Repasse aos amigos, divulgue. É grátis. Para assinar, clique aqui.
Carte Orange. Com essa carteirinha, Adaô virava a Cidade Luz de cabo a rabo.
Adaô de volta a Paris
Paris por um triz dando um rolê com minhas amigas na Cidade Luz. Links para adquirir o livro: lojinha do Adão, Zarabatana Books, Itiban e Amazon.
Rui Chapéu dos pampas.
Quando os dois saem do Museu do Sexo, o relógio da torre da Bolsa de Valores crava nove da noite. A caminhada e o bate-papo empolgante se encarregam de que eles nem sintam o frio outonal de Amsterdam. Begonia pede uma tragada do Gitanes e propõe:
— Meu albergue é aqui perto. Vamos até lá?
Adaô fica todo ouriçado, afinal de contas, se alguém chama você para ir ao hotel, não é para discutir antropologia social nem a obra do filósofo Thomas Hobbes. Quando rola um convite desses, o buraco é mais embaixo. Literalmente mais embaixo, se é que você me entende.
— Lá tem um bar legal com mesa de bilhar — completa ela.
Adaô, vai com calma e controla essa maldade que abunda na sua cabeça. Por favor, eu disse “abunda” e não outra palavra. Vai ter taco, bolas e buraco mas não é nada disso que sua mente suja está pensando.
— Boa. Adoro jogar uma sinuquinha — diz o jovem cartunista.
Em poucos minutos eles chegam no albergue. Na porta, um grupo de turistas toma cerveja e fuma maconha. Um deles estende o baseado à Begonia, que, depois de dar uma tragada, passa o charuto para Adaô. Ressabiado por causa da orgia canábica no coffe shop, ele até pensa em recusar. Mas, para não fazer desfeita à pretendida, dá um tapinha de leve. É muito difícil ter uma bad trip quando você está bem acompanhado, pensa o aspirante a beatnik e expert em estupefacientes.
Em seguida, um dos jovens do grupo encarna um porteiro de hotel cinco estrelas e abre a porta do albergue sinalizando para que eles entrem, curvando o corpo, como se os hóspedes fossem um casal da nobreza. Adaô e Begonia devolvem o gesto de reverência e entram às gargalhadas.
A atmosfera do hostel é descontraída e você se sente como se estivesse numa festa com jovens de todas as partes do mundo. É uma nova versão da Torre de Babel. Moderna e divertida, onde todos parecem se entender mesmo sem falar nada.
Do lado esquerdo do grande salão tem um bar com balcão e cadeiras. No centro, uma mesa baixa é rodeada por sofás e poltronas. Do lado direito podemos ver uma pequena pista de dança. No fundo, ao lado da porta dos banheiros, fica o salão de jogos, com sinuca, fliperama e o alvo de dardos.
As paredes estão decoradas com cartazes de Jimi Hendrix, David Bowie, Iggy Pop, Bob Dylan, entre outros. Pôsteres de filmes icônicos como “Laranja Mecânica”, “Blade Runner”, “Scarface” e “O Iluminado” fazem companhia aos astros de rock. Em um cantinho mais intelectualizado, tem uma estante cheia de livros cercada de fotos de escritores. Adaô pira com os retratos de Salinger, Walt Whitman, Henry Miller, Charles Baudelaire e Rimbaud. São seus autores preferidos e parecem estar ali presentes, vivos. Como nos filmes de terror, seus olhos começam a se mover. Adaô se arrepia todo. Eles estão me vigiando, preciso caprichar, fazer bonito para não desapontar meus heróis.
A trilha sonora joga mais cores e energia no ambiente. Alto falantes potentes vibram e parecem querer saltar das paredes com os acordes iniciais de “The Pusher” da banda Steppenwolf. Clássica faixa da trilha de Easy Rider. O jovem cartunista é transportado na hora para dentro do filme. Agora só falta encontrar os chapas Peter Fonda e Dennis Hopper para detonar. Se pudesse, nosso herói se atracaria com unhas e dentes no relógio do mundo e imobilizaria seus ponteiros para nunca mais sair daquele instante.
Aquele lugar parece perfeito e ele se arrepende de estar hospedado em um hotel careta. Mas logo se lembra das compensações da sua hospedaria tradicional: ele tem um quarto só seu. Enorme e com cama dupla!
Enquanto Adaô pede duas Guinness, Begonia corre até a mesa de sinuca que está desocupada. Como se fosse o garçom mais eficiente do mundo, nosso herói volta voando com as cervejas. Depois do brinde, ela coloca o copo na borda da mesa e pede a ele umas dicas do jogo. A primeira lição do Rui Chapéu dos pampas é:
— Jamais apoie a cerveja na borda da mesa de bilhar — e retira com cuidado o copo dela de lá. — Outra coisa importante: é proibido jogar sem ter contato com o piso.
— Ah, entendi. Tenho que jogar sempre com os pés no chão?
— Isso mesmo.
Rapidamente, Begonia tira uma das botas e se deita em cima da mesa simulando uma tacada. Em seguida, aponta para o calçado que está no chão e diz:
— Assim vale, não? Continuo em contato com o piso.
Os dois caem na gargalhada. Até um humorista profissional como Adaô se surpreende com a qualidade daquela piada, digna de virar um esquete do grupo Monty Python. É difícil encontrar garotas com um senso de humor tão fino. 
Pronto, nosso herói acaba de levar uma flechada no peito e está apaixonado.
 
Continua.
Homem-Legenda
Joyce e Matisse se remexem na tumba
Originais e prints disponíveis em vários formatos. Visite a lojinha.
Pinturas originais
Novas pinturas disponíveis na lojinha. Clique aqui para ver.
Aline Completinha
Graças à uma nova gráfica on demand no Brasil, com preços bem mais em conta, você vai finalmente poder completar sua coleção da personagem mais tarada dos quadrinhos. Na Um Livro, na Submarino e na Amazon.
Strip Me + Adão.
Essa parceria já rendeu mais de 70 estampas para camisetas. Para ver a coleção, clique aqui.
Regime semiaberto é aquele que permite um vinhozinho, um queijo e alguns carboidratos.
Curtiu essa edição? Sim Não
Adão Iturrusgarai

Correio Elegante

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Created with Revue by Twitter.